Dusting On

Alguns anos atrás vi a primeira técnica de processos históricos com a qual entrei em contato. Foi o tipo de coisa que eu buscava aprender e não sabia como.
Um amigo me mostrou e fiquei encantada, pois a revelação é a seco, e permite uma imagem em vidro, que era o que eu queria fazer.
Depois de um tempo fui estudar esses processos, e foi bem difícil acertar a fórmula, pois os escritos dele não mencionavam certos cuidados que precisava ter com a imagem.
Após muitas tentativas, muitas e muitas, e com a ajuda do professor Kenji consegui acertar a fórmula e o método. Passei pro professor, assim vi meu trabalho e
insistência serem multiplicados entre seus próximos alunos. E isso me fez ver a diferença que fiz para as aulas de processos alternativos.
Claro que não fiz nada sozinha, tive o mestre e uma amiga, Luciana Fonseca, que também queria aprender o processo. A partir daí que percebi como
é legal ser professor.
Esse processo ensino em junho, no Sesc Pompéia.
Referência em livros só achei em um livro mesmo, por indicação do professor Kenji, muito raro de encontrar outra citação sobre a técnica.

Logo mais postarei como ele é feito. Tenho tentado me organizar para postar um passo a passo das técnicas, acho que agora vai dar certo.

Anúncios