Kits de Fotografia Alternativa

Em toda atividade de fotografia alternativa sempre indicamos locais para compra dos químicos, não apenas eu mas todos aqueles que fazem esse tipo de processo. Percebi ao longo dos anos que a quantidade acaba se tornando proibitiva, afinal, 500g de um  500g de outro e a casa de cada um viraria um arsenal de químicos, sendo necessária uma estrutura grande para comportar tudo. Por sorte eu disponho de um espaço bom para isso, mas confesso que tem mais coisas do que posso guardar. Penso que seria muito mais legal termos material de fotografia mais acessível, pois foi algo que levei muito tempo para conseguir.Pensando nisso resolvi montar kits para alguns processos. Já preparados, prontos para uso.

Atualização 02.06.2016 – resolvi dar uma parada com os kits. A minha intenção nunca foi de lucrar com isso, mas de tornar os processos que tanto amo mais acessíveis.

Só que me tomam um tempo pra fazer e agora estou com novos projetos pela frente. Nesse meio tempo entraram em contato pessoas de várias partes do país e fiquei feliz de saber que há um interesse sobre as técnicas. Hoje, depois de ver os resultados de uma turma numa escola fazer cianotipia  e ver que isso foi o resultado de um professor muito dedicado, acho que já valeu muito a pena. Já posso parar por aqui.

Estou partindo para novas pesquisas, então a quantidade de químicos que vou comprar vai diminuir. Penso que já fiz meus tributos a Herschel, a Poitevin, a Talbot. Falei tanto e tanto sobre cianotipia, sobre papel salgado, sobre goma bicromatada. Escavei Wedgwood e nas aulas dei meu reconhecimento sobre sua pesquisa, porque para mim a história da fotografia devia ser contada a partir dele sim. Só não falo mais sobre a história em aulas porque não tenho abertura para isso, mas eu teimo em olhar para aqueles que ficaram transparentes, escondidos embaixo das experiências sem reconhecimento que fizeram.

É o que eu preciso continuar. Arrastar o tapete e procurar o que ficou para trás.

Agradeço a todos que confiaram nos meus kits, sempre fiz com carinho.

Anúncios

Curso de Processos Alternativos de Fotografia

Quinta feira a noite dia 29 de agosto começa mais um curso no Pompéia. Desta vez faremos cianotipia, papel salgado e goma bicromatada.
Desta vez além de fazer o negativo em filme gráfico vamos imprimir alguns negativos também, vou deixar minha impressora xodó para usarem por lá.

O curso em Limeira foi adiado. Logo mais aviso as novas datas.

Curso de Processos Fotográficos Históricos

Começa em outubro o último curso de Fotografia alternativa no Sesc Pompéia.

Inscrição pessoalmente a partir das 10h do dia 1/10, sábado, nas Oficinas de Criatividade.

O aluno aprende a fazer as técnicas de Anthotype, Cianotipia, Marrom Van Dyke, Papel Salgado, Albumina e Goma bicromatada. São 11 vagas.

Maiores detalhes acesse http://www.sescsp.org.br/sesc/programa_new/mostra_detalhe.cfm?programacao_id=204377

Oficinas De Processos Históricos de Fotografia

Quando acontece uma oficina nos Sescs a procura é tão grande que nem consigo fazer grande divulgação dos cursos, e acabo anunciando em apenas um canal, como no Facebook. (me procure como Elizabeth Lee)

Esse mês tivemos uma oficina de Processos Fotográficos Históricos no Sesc Pompéia, hoje é a última aula.
Foi muito bacana e é muito prazeroso trabalhar lá.

Para os que esperam uma nova oficina, em maio-2011 teremos mais duas novas turmas, mesmo local,
e as inscrições iniciam no começo de maio.

Em agosto a previsão é de oficinas de Anthotype comigo e Cianótipo com a fotógrafa e professora Patrícia Yamamoto no CCJ. Não está fechado, mas quase certo.

Fiquem atentos à programação.